Segunda-feira, 31 de Maio de 2010

A praia de areia amarela do Porto Santo, na Madeira, com nove quilómetros de extensão «é única no país e distingue-se das demais europeias» sobretudo devido à composição da areia, usada há séculos com fins medicinais. Esta é a opinião do investigador em geomedicina da universidade de Aveiro, João Baptista, que sustenta que de todas as candidaturas a Maravilhas Naturais de Portugal, esta praia é a que se «destaca pela sua génese, propriedades, qualidade e utilização».

O investigador refere que ao longo dos tempos as areias do Porto Santo foram utilizadas para curar muitas doenças do foro reumático, ortopédico e fisiátrico. Adianta que apesar de existir este tipo de areia nas Canárias e Cabo Verde, de formação mais recente, «o único sítio onde se regista a sua utilização para tratamentos da saúde humana é no Porto Santo».

São 9 Kms de areia fina amarela... a melhor praia da Europa!

publicado por j.gouveia às 22:32


Memórias de VIDA

Já pensou em escrever a história da sua vida? As suas memórias são importantes, não só para si, para sua família e amigos, mas também para todas as gerações vindouras, que podem aprender a partir de vivências individuais, o que os livros de História contam.

 

Depois dos 65 eles casam mais

"Sinto--me como se tivesse 50". E com tempo para beijos e tudo o resto, que "é confidencial". Os maiores de 65 casam sobretudo com mulheres entre os 50 e os 64. E em 2008 houve mesmo um caso de um maior de 65 que casou com uma jovem de 19.

 

Turismo medicinal

Num esforço para aumentar o turismo, países como Barbados e as Filipinas lançam iniciativas para atrair viajantes seniores que necessitam de cuidados de saúde de maior qualidade.

 

Oriente atrai turistas idosos

Como os “baby boomers” de todo o mundo procuram opções de viagem que incluam uma grande parte de actividade, os membros da indústria da turismo chinês e coreano estão a  lançar iniciativas para atender ao mercado sénior.

                                                                                                                                                                                       In TIO Newsletter – Maio/2010

publicado por j.gouveia às 10:54


Assinala-se, hoje, o Dia Mundial sem Tabaco. O tema escolhido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para celebrar a efeméride – “O Tabaco e o género, com ênfase para publicidade dirigida às mulheres” - visa chamar a atenção para as estratégias utilizadas pela indústria do tabaco para aumentar o consumo dos seus produtos por parte das mulheres. Segundo a OMS, dos mil milhões de fumadores no mundo, cerca de 200 milhões são mulheres. A mulher passou a ser uma vítima do tabaco em todo o mundo.

O número de mulheres a fumar está a aumentar de ano para ano

publicado por j.gouveia às 10:33

Sábado, 29 de Maio de 2010

O Centro de Estudos de História do Atlântico (CEHA), com sede à Rua das Mercês, n.º 8 (Funchal), está a promover, às quartas-feiras, pelas 18 horas, um ciclo de conferências sob temática diversa. Entretanto, na próxima segunda-feira, também pelas 18 horas, terá lugar, no auditório da CEHA, uma conferência subordinada ao tema “Dos Violinos para os Bandolins”, a ser proferida pelo mestre Rodolfo Cró. As entradas são livres. São palestras de inegával interesse particularmente para os seniores.

publicado por j.gouveia às 22:03


A população portuguesa ingere a quantidade de líquidos aconselhada pelos valores de referência europeus, com excepção dos homens com idade superior a 50 anos e com níveis baixos de escolaridade, aponta um estudo promovido pelo Instituto de Hidratação e Saúde. Em média, as mulheres deveriam consumir 1,5 litros de água e os homem 1,9 litros, repartidos ao longo do dia. O estudo alerta para a necessidade “não só de programas de divulgação da importância do estado de hidratação para uma vida saudável, como da adopção nestes programas de estratégias de hidratação adaptadas às motivações de consumo e à literacia dos segmentos da população pior hidratados”.

Os seniores precisam consumir mais água que os jovens

publicado por j.gouveia às 13:52

Segunda-feira, 24 de Maio de 2010

De todos os congressos saem dados novos e informações precisas que nem sempre surgem na agenda da comunicação diária. É preciso estar lá, ouvir e ver, trocar opiniões com seniores de todo o país. O que fica é sempre gratificante e abre-nos novas perspectivas. Os alunos da Academia Sénior que participaram no IX Encontro Nacional da Rutis, em Guimarães, fazem um “balanço” positivo e guardam boas recordações das visitas culturais a lugares históricos de Portugal. Quando elegemos a cultura como um bem para o nosso crescimento intelectual tudo quanto seja “saber mais” é sempre pouco para o muito que queremos saber!

Oliveira de Azeméis irá receber, em Maio do próximo ano, o X Congresso da Rutis, estimando-se uma participação de 1.500 alunos seniores de entre os cerca de 22 mil alunos seniores matriculados nas actuais 155 instituições. Para a Madeira, em 2011, está previsto um encontro nacional da Rutis que tanto poderá ser no âmbito das tunas e coros como através de um concurso de cultura geral.

publicado por j.gouveia às 20:51

Domingo, 23 de Maio de 2010

A Academia Sénior de Santa Maria Maior foi, pelo segundo ano consecutivo, a única instituição da Região Autónoma da Madeira a participar no mais alto congresso nacional do ensino sénior em Portugal. Um investimento dos alunos que traz muitas e boas valias. É que o mundo sénior é globalmente fabuloso e viu-se, hoje, na sessão de encerramento do IX Encontro Nacional da Rutis, entre cerca de 1.300 congressistas de vários pontos do país em representação de mais 148 universidades e academias seniores, como há um saber fantástico que nem as novas gerações nem os governos da actualidade sabem aproveitar gratuitamente. Em Guimarães, cidade património mundial e que em 2012 será a capital europeia da cultura, muito se falou sobre o que fazem, o que fizeram e o muito que podem fazer os seniores portugueses. Ao atingir a idade da reforma, a sociedade portuguesa considera os seniores como dispensáveis ou de incapazes de serem úteis ao país no seu todo. É um atentado à nobreza do conhecimento, quando se sabe que os reformados de hoje são muito mais "novos" e muito mais "activos" que os seus antepassados.

No início de Maio de 2010,  estavam filiadas na Rutis (Rede das Universidades da Teceira Idade) 155 instituições seniores, não só as sediadas em Portugal como algumas com sede no estrangeiro. O ensino sénior neste âmbito universitário faz-se por vontade própria, liberal e universal, sendo vulgar ver-se alunos - professores e professores - alunos em várias disciplinas. Os valores que os seniores cultivam e as exigências que põem no seu fundamentado saber estão muito acima daqueles que ainda não atingiram o estatuto de "sénior reformado". Confúcio dizia: "Como pode uma sociedade evoluir se não sabe a idade que tem?". A idade sénior sempre foi e sempre será a idade do saber mas "como está a sociedade a aproveitar este saber?". Nestes congressos da Rutis, o "encontro de saberes e de culturas" assume toda a importância entre os seniores que sabem e conhecem que perdem-se sinergias que deviam a ser dignamente aproveitadas. Perde a sociedade, perde o país, perde o mundo! Deixa-se a pergunta: Que idade têm os seniores?

publicado por j.gouveia às 19:02

Sexta-feira, 21 de Maio de 2010

O turismo está a expandir-se por todo o país. É uma fonte de receitas que abrange todos os sectores da sociedade. A hotelaria vimaranense está, no dia de hoje, com uma ocupação da ordem dos 90 por cento e, para sábado e domingo, a ocupação deverá ascender aos cem por cento. Este boom na hotelaria de Guimarães fica a dever-se à realização de várias eventos, entre os quais o Congresso Nacional da RUTIS. O tal efeito multiplicador do turismo de congressos com reflexos não apenas na hotelaria como na restauração, no artesanato e no comércio em geral. São muitos os turistas espanhóis na cidade berço de Portugal e há uma oferta muito diversificada e culturalmente atractiva para quem visita a primeira cidade portuguesa. Quanto à "bolsa" talvez seja mais aliciante que a de Lisboa, Porto e Funchal. Uma bica = 50 cêntimos; uma sopa = 1 euro; um prato com peixe robalo, acompanhado com batatas à murro e verduras, 3,90 euros, um bife com todos = 3 euros, etc., em restaurantes com cozinha à vista, salas arejadas e frescas, bom serviço. Por igual "prato", em qualidade e quantidade,  os preços sobem para mais do dobro no Funchal ou em Lisboa. Aqui está a tal diferença dos preços que acabam por reflectir-se na qualidade de vida. É o "retrato" do Portugal de todas as assimetrias, com os ilhéus madeirenses e açorianos a serem os mais penalizados.

publicado por j.gouveia às 20:17


"O Presidente da República promulgou o casamento gay só por causa da situação dramática do país". In jornal Público, de 18.05.2010. (Sem comentários...)

O Papa Bento XVI com o casal Cavaco... uma foto enganadora!

publicado por j.gouveia às 08:06

Quinta-feira, 20 de Maio de 2010

O Parque Natural da Pena-Gerez tem belezas naturais, nalguns aspectos, muito idênticas à orografia madeirense (montanhas, vales, quedas de água, etc.) e tem, ao que dizem, alguns animais selvagens que... não vimos! A visita que esta manhã os seniores academistas fizeram pelo parque deu essa possibilidade de ver e comparar com as montanhas e vales da Madeira. Mais verde e mais paisagística as da nossa ilha. Sem dúvida. Apenas não temos um rio (Cávado). Quanto ao mais dêem maior relevo à florestal madeirense laurissilva, património da humanidade.

No percurso para a Pena-Gerez passámos por Póvoa do Lanhoso uma localidade com poucos habitantes mas com muita história. Foi na Póvoa do Lanhoso que se deu início à revolta que ficou conhecida por Maria da Fonte, um veemente protesto contra o governo que decretou a suspensão (proibição) de mais enterros nas igrejas. Esta revolução contagiou o país ao ponto de ter provocado a queda do governo. Póvoa do Lanhoso entrou no mapa da história de Portugal também por outros factos: era atravessado por um corredor por onde circulavam as forças militares e militarizadas, bem como populações. Diz-se que D. Teresa, mulher de D. Henrique, pais de Anfonso Henriques, fugiu para Lanhoso após ter sido derrotada na batalha de S. Mamede, ganha pelo seu filho. Por estas bandas andou também Miguel Torga.

Mapa: Póvoa de Lanhoso  Clique para ampliar  (c) Filipe Moreira / Semantix Todos os direitos reservados

Povo do Lanhoso... onde "rebentou" a revolta de Maria da Fonte

publicado por j.gouveia às 20:21


Madeira

Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
22

25
26
27
28

30


Academia na Imprensa






Galeria Academia Sénior


RUTIS - Algarve 2009
Contador de Visitas
Contador de visitas
Contactar Blog:

Nome
E-Mail
Assunto
Msg

Utilizadores Online
online